Publicado por: nadioli | 16/02/2011

14 de fevereiro de 2011.



Olá,

Nesta semana entramos na etapa final da passagem do Sol pelo inovador e mental signo de Aquário.

Boa fase para colocar as idéias no lugar ou talvez tirá-las! Mas o importante é mexer, mudar  e refletir, afinal a regra é usar a mente!

Nesta semana trago o mapa de Lewis Carroll, autor da famosa obra Alice no País das Maravilhas. Personalidade controvertida, mas interessante sem dúvida, aliás características bem comuns à maioria dos aquarianos.

Beijos

Boa semana

Nádia Oliveira


CÉU DO MOMENTO

 

Uma semana de muita sensibilidade e inspiração, mas não se iluda, enfrentará dificuldades bastante concretas.

Momento de definição de metas, escolhas e decisões importantes. Procure se cercar com o máximo de informações que puder confiar, pois precisará de maior confiabilidade do que o simples bom senso.

Como existe um certo clima de inspiração e romance, as paixões poderão estar difíceis de serem contidas. Na verdade, uma série de configurações promovem um clima de sentimentos acirrados. Isto pode significar um novo e grande amor, um momento de calorosa gratidão ou perdão, mas um momento de destempero emocional e conflitos apaixonados e acalorados.

Boa fase para falar em público ou divulgar um evento. Também fase de maior concentração para provas e exames.

Faça um esforço para estar mais sintonizado emocionalmente com as pessoas, entender suas razões e relevar aquilo que realmente não é fundamental.

AQUÁRIO – SIGNO DO MÊS

Diz-se que os aquarianos estão à frente de seu tempo, e por isso levemente fora de sincronia com o mundo que os rodeia. A Revolução Industrial, um período na história que se seguiu à descoberta do planeta regente de Aquário, Urano, em 1781,introduziu a chamada Idade das Luzes — ou, ao menos, a Era da Tecnologia. Desde aquele tempo, os astrólogos afirmam que estamos entrando na cúspide da era de Aquário. E, embora ainda não estejamos plenamente nela, certamente estamos na transição. Já que uma era astrológica leva 2100 anos para se completar, a cúspide pode durar cerca de duzentos anos, e nessa cúspide ou período entre duas eras temos vivido desde o final do século XIX. No mundo de hoje, muitas idéias e invenções aquarianas (notadamente as dos aquarianos Thomas Edison e Nikola Tesla*) vieram à luz, tendo como efeito geral fazer o mundo parecer fácil de compreender. As tecnologias aquarianas produziram tanta informação sobre nosso mundo (chamamos à nossa época Era da Informação), e outros mundos, que não mais precisamos viver com medo do inimigo ou do desconhecido. Mesmo assim, muitos ainda o fazem. Enquanto os líderes mundiais estiverem preocupados em fazer guerras, enquanto nações ainda viverem na pobreza, na ignorância e sem abrigo, enquanto as pessoas ainda tiverem medo umas das outras, enquanto indivíduos e nações que têm abundância estiverem acumulando os recursos da terra sem compartilhá-los com os necessitados e enquanto existirem ainda preconceitos raciais e religiosos, ainda não estaremos vivendo na era de Aquário. Mas os conceitos de Aquário têm ficado mais fortes conforme cada nova década se desdobra, e a humanidade está vagarosamente dando a grande virada que expulsará a fome e a doença, criará a paz e a liberdade e dissolverá as fronteiras políticas e raciais, de forma que poderemos realmente ver que cada indivíduo é parte de um todo, tão importante quanto qualquer outra.

Astrologia e Mitologia – Seus Arquétipos e a Linguagem dos Símbolos – A. Guttman e K. Johnson, Ed Madras

Nota * Tesla, não é aquariano, o croata Nikola Tesla nasceu em 10 de julho de 1856. Dizem que nasceu em uma noite de grande tempestade com muitos raios, seja fato ou não, a eletricidade o acompanhou a vida inteira. Mas naturalmente, tem uma forte influencia uraniana em seu mapa, pois este planeta se encontra em sua Casa 1. Em seu mapa um dos planetas presentes no Ascendente é Urano, relacionado com o excentricidade e a eletricidade,  duas características que cercaram fortemente sua vida. Suas idéias prenunciaram a comunicação e a Internet. (Nádia Oliveira)

PERSONAGEM AQUARIANO

LEWIS CARROLL

“Alice no País das Maravilhas”  tem fascinado crianças e adultos há mais de um século, em todas as mídias possíveis. O livro foi escrito por Lewis Carroll (nome real de Charles Dodgson). Até mesmo um filme mais contemporâneo como Matrix, faz uma pequena alusão ao “mundo de Alice” quando Morpheus ensina Neo que ele deve despertar das realidades falsas e confrontá-las:

“Imagino que agora você está se sentindo um pouco como a Alice. Hein!? Caindo no buraco do coelho!?

Lewis Carrol nasceu na Inglaterra no dia 27 de janeiro de 1832. A fantasia e a criatividade podem são encontradas em seu mapa pelo dispositor de seu Sol (Urano) formar um sextil com a Lua no ascendente sagitariano e um trígono com seu Meio do Céu. Possuia um mundo interior rico, resultando em forte imaginação, provavelmente contido e muito mental e crítico. Reservado e tímido, foi educado em ambiente bastante conservador.

Foi professor em Oxford por 26 anos, tendo levado uma vida bastante tranqüila socialmente, hoje se fala muito em possíveis desvios sexuais, mas isso era (?) bastante comum entre a elite vitoriana do período.

Júpiter está posicionado na Casa 3, o que promove expansão nos escritos. Favore muito a opção literária. Júpiter no signo de Aquário, permitiu que nesta área literária ele pudesse exercer com maior facilidade a liberdade de expressão, além de uma visão inovadora.

Aquariano, com Sol conjunto a Urano, também explicam seu gosto por jogos de palavras, enigmas e a inventividade de seu texto.

O QUE É A VIDA SENÃO UM SONHO?

1872

LEWIS CARROLL

Ao sol segue o barco em frente.

Lento desliza, sonhadoramente,

Inclinando-se à voga na corrente.

Caras ciranças, um trio a escutar,

Excitamento e brilho em seu olhar

Por tão singelo conto a palpitar.

Longe se vai aquele céu dourado,

Eco que esmorece, do passado:

Ao sol de estio, sucede outono e enfado.

Sempre me perseguindo essa lembrança.

Alice, sombra no céu que não se alcança,

Nunca visya por olhos sem esperança.

Contudo, vejo-as ainda a palpitar,

Em seus rostos acesos este olhar

Luzindo de avidez ao escutar.

Imagens de um país das maravilhas,

Distantes neste sonho onde o sol brilha,

Distante sonho onde o verão se estilha.

Elas deslizam ao longe, no entressonho,

Lentamente sobre um céu risonho…

Longe. A vida o que é, senão um sonho?

Tradução Sebastião Uchôa Leite

 

 

 

 

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: