Publicado por: nadioli | 01/02/2011

31 de janeiro de 2010.

Olá,

Nesta semana já entramos em uma nova etapa do ciclo zodiacal: do racional signo de Aquário. Tem até aquela piadinha, que fazemos com os aquarianos: ” um aquariano diz a um amigo que não acredita em Astrologia. O amigo então o questiona dos motivos e ele responde – sou aquariano, e os aquarianos são céticos.”

Aquário é o terceiro signo do Ar: Gêmeos, Libra e Aquário. O elemento ar se relaciona com o pensamento, as idéias, a mente e a razão. Além de ser classificado como signo do Ar, Aquário também é considerado um signo fixo, o que dá muita determinação em suas posições, as vezes até mesmo teimosia.

Mas vamos ter o mês astrológico todo pra falarmos destes seres inquietos, teimosos, um tanto quanto arrogantes, mas que nos ensinam sobre o indivíduo ser mais que seu próprio ego, a nos agregarmos e nos sentirmos como algo maior: Humanidade. Os valores e princípios aquarianos são normalmente abrangentes e justos. Além disso os nativos deste signo, ou que possuam em seu mapa um destaque nele, são antenados, ligados com tecnologia, papos futuristas, aliás apreciam um papo, como todos os signos do ar!

Trago um aquariano de primeiro time: Bertoldo Brecht. Aproveite para ouvir uma  canção do também aquariano Bob Marley.

Um boa semana,

beijos

Nádia Oliveira


CÉU DO MOMENTO


Decisões e posições firmes marcam a situação. Como existe uma aspecto harmonioso entre os planetas Marte e Saturno, deve haver determinação e persistência em nossas atitudes. Decisões e projetos duradouros deverão ter agora início.

Idéias lúcidas e clareza de pensamento marcam esta fase, além do Sol e Marte no racional signo de Aquário, esta semana também Mercúrio estará entrando neste signo. Uma maior socialização também estarão evidenciadas.

Obviamente a configuração entre Sol e Saturno exigirá de nós resistência para cumprimos nossas responsabilidades e compromissos que deverão ser aumentados por estes dias. Lembre-se nem sempre, estes são agradáveis, faço o possível para torná-los mais suaves e proveitosos.

Idéias fora do contexto, criativas e inesperadas devem acontecer, portanto aproveite a fase que o horizonte de possibilidades se amplia a sua frente.

Nos relacionamentos procure ser mais centrado e cuidadoso. Isso também vale para as finanças, que pedem mais tranqüilidade e atenção.

 

UM POUCO SOBRE AQUÁRIO

simbolismo e mitologia

O Nilo começa a se encher em julho, no mês de Leão. Essa é a época do ano em que Aquário ascenderá no pôr-do-sol — ou, para dizer de outro modo, quando a Lua estará cheia em  Aquário. Portanto, não se deve surpreender que esse signo fosse originalmente associado à cheia do Nilo.

Em sentido simbólico, os egípcios pensavam no Nilo como o deus Osíris fecundando a deusa Ísis, que simbolizava a terra egípcia. O mito de Osíris trata da morte, do desmembramento e da ressurreição final desse deus. Um dos mais sagrados santuários do antigo Egito fica no Templo de Elefantina, venerado como o início simbólico (embora não verdadeiro) do Nilo. Ali era guardada uma relíquia especialmente sagrada, o osso da canela do deus Osíris. Ali perto, na ilha de Philae, havia um baixo-relevo que representava Hapi, o deus do Nilo, derramando a água da vida de dois vasos. A imagem de Aquário mostra o carregador de água derramando as águas da vida; e a canela é associada a esse signo em astrologia médica. Para os antigos egípcios, portanto, Aquário representava o poder espiritual vital que renova e fertiliza todas as coisas.

O signo tinha também poderosas associações entre os babilônicos. Como vimos, os quatro signos fixos do zodíaco aparecem repetidamente no mito babilônico, especialmente no épico de Gilgamesh e no Livro de Ezequiel em hebraico, composto na Babilônia durante o cativeiro. Enquanto os outros três signos fixos são representados por animais, Aquário adquire uma distinção particular, já que é representado por um ser humano. No épico de Gilgamesh, esse ser humano tem um nome e uma história.

Gilgamesh perdeu seu melhor amigo, Enkidu, seu companheiro de armas. Tentando devolver Enkidu à vida, Gilgamesh saiu em busca da erva da imortalidade. A Deusa enviara um touro contra ele (Touro) e, durante sua demanda, venceu um bando de leões (Leão) e atravessou o portão onde três homens-escorpião montavam guarda (Escorpião). Esses são os primeiros três signos da cruz fixa que Gilgamesh teve de dominar antes de poder chegar ao outro mundo onde vivia o imortal Utnapishtim, que podemos reconhecer como Aquário. Utnapishtim anteriormente fora mortal, mas apenas ele ouvira as vozes divinas avisando da destruição do mundo. Utnapishtim construiu um barco e salvou-se assim da inundação que assolou o mundo. Utnapishtim é a forma Suméria ou babilônica de Noé e a história da inundação em que representa esse papel principal é o protótipo da história do Dilúvio em Gênesis. Por causa de sua obediência à vontade divina, Utnapishtim recebeu a vida eterna e a guarda da erva da imortalidade.

O épico conta como Gilgamesh ganhou a erva da imortalidade e a perdeu novamente — pois, afinal de contas, a humanidade ainda não ganhou a imortalidade. Mas, novamente encontramos uma figura mítica associada tanto ao dilúvio quanto à renovação ou mortalidade. Utnapishtim, Hapi e Osíris incorporam todos o mesmo arquétipo.

Os gregos contavam uma história bastante diferente. Associavam Aquário a Ganimedes, o belo rapaz troiano que atraiu a atenção de Zeus (Júpiter). O rei dos deuses desceu do Olimpo em forma de águia e levou Ganimedes para torná-lo o copeiro dos deuses (a outra copeira era Hebe, a donzela filha de Hera, que incorporava muitos dos atributos de sua mãe). Os deuses viviam de néctar e ambrosia e presumivelmente era a ambrosia que Ganimedes derramava de seu copo. Ambrosia é equivalente ao sânscrito amrita, que significa “a bebida da imortalidade”. Essa era a mesma substância mágica que vimos em poder de Utnapishtim. O significado de Aquário está ligado ao conceito de uma substância divina que alimenta toda a vida. Essa substância é descrita variadamente como as águas da vida, uma erva ou uma bebida vivificantes.

Uma interpretação atual diz que Aquário rege a eletricidade e que o glifo desse signo (K) deve ser compreendido como ondas elétricas, e não como água. Em nosso mundo científico, concebemos a substância vivificante como uma quantidade vital, elétrica, de energia cósmica, não mais como uma beberagem mágica. E também vemos os aspectos tecnológicos altamente avançados de nosso mundo como inebriantes — talvez até demais. Além disso, sem os avanços científicos aquarianos que foram prenunciados desde os dias da descoberta de seu planeta regente, Urano, o mundo ainda estaria meio adormecido. Estando entre o segundo e o terceiro milênio da era cristã,* já percebemos como estender a vida (transplantes de coração, fígado e rins), como criar vida em laboratório (bebês de proveta) e como destruir a vida em questão de segundos (energia atômica). Certamente, a imortalidade de proveta não pode estar muito distante nesta época em que o homem brinca de ser Deus.

Astrologia e Mitologia – Seus Arquétipos e a Linguagem dos Símbolos –
A. Guttman e K. Johnson, Ed Madras

PERSONAGENS AQUARIANOS

Brecht

Do rio que tudo arrasta se diz que é violento.
Mas ninguém diz violentas
As margens que o comprimem.

Brecht


Brecht é um ótimo exemplo de aquariano, sua obra é recheada de mensagens divulgando suas idéias revolucionárias. Nasceu no dia 10 de fevereiro de 1898 na Alemanha. Atuou como dramaturgo e poeta. Viveu a opressão das idéias nazistas e foi muito influenciado pelas idéias socialistas, quando Hitler foi eleito, acabou se exilando em vários países: Áustria, Suiça, Dinamarca, Finlândia, Suécia, Inglaterra, Rússia e finalmente Estados Unidos. Enquanto isso seus livros eram queimados e proibidos na Alemanha.

Seu mapa traz além do rebelde sol em Aquário, tem como Ascendente o signo de Sagitário, o que reforça em sua personalidade a luta que empenhou por colocar em destaque suas idéias políticas e sociais. Um pensador que não teve receio de expor o que acreditava em sua vasta obra, como podemos perceber em um dos seus mais conhecidos poemas:
Perguntas De Um Trabalhador Que Lê

Quem construiu a Tebas de sete portas?
Nos livros estão nomes de reis.
Arrastaram eles os blocos de pedras?
E a Babilônia várias vezes destruída –
quem a reconstruiu tantas vezes? Em que casas
da Lima dourada moravam os construtores?
Para onde foram os pedreiros, na noite em que a Muralha da China ficou pronta?
A grande Roma está cheia de arcos do triunfo.
Quem os ergueu? Sobre quem
triunfaram os Césares? A decantada Bizâncio
tinha somente palácios para seus habitantes? Mesmo na lendária Atlântida,
os que se afogavam gritavam por seus escravos
na noite em que o mar a tragou.

O jovem Alexandre conquistou a Índia.
Sozinho?
César bateu os gauleses.
Não levava sequer um cozinheiro?
Filipe da Espanha chorou quando sua Armada
naufragou. Ninguém mais chorou?
Frederico II venceu a Guerra dos Sete Anos.
Quem venceu além dele?

Cada página uma vitória.
Quem cozinhava o banquete?
A cada dez anos um grande homem.
Quem pagava a conta?
Tantas histórias.
Tantas questões.

MAIS UM AQUARIANO

Anúncios

Responses

  1. Ainda sobre o grande Brechet

    Há homens que lutam um dia, e são bons;
    Há outros que lutam muitos dias, e são muito bons;
    Há homens que lutam muitos anos, e são melhores;
    Mas há os que lutam toda a vida, esses são os imprescindíveis!

    • 😉 quem frequentou a “esquerda” esses versos e Caminhando e cantando são hinos..rs

  2. Olá sou aquariano 31 de janeiro, gostaria de saber mais sobre meu signo e até de mim mesmo !
    Gostaria de troca ideias com pessoas que compreende os astros.

    Email: emersonalvesdeoliveira@gmail.com


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: